Home » Como cuidar de joias, Destaque, Novelas, Pérolas

Pérolas, correntes e cuidados

20 agosto 2010 Um Comentário Por Costanza Pascolato

Pelas mãos da figurinista Marilia Carneiro, a personagem de Guilhermina Guinle mistura, na novela Tititi, correntes escuras e pérolas brancas para conseguir  uma imagem bastante contemporânea nesse  mix de bijoux. Cria harmonia a partir dos opostos.

Para as garotas que quiserem se inspirar no look da personagem, é uma combinação viável sim, mas preferencialmente com pérolas falsas. Inclusive porque as verdadeiras são tão delicadas que não merecem esse atrito e nem os riscos que as correntes farão nelas.  Aliás, pérolas não combinam nem com perfume — e se você for passar algum, terá que fazê-lo bem longe do pescoço e do colo.

Guilhermina Guinle / Novela Tititi

Página da personagem Luisa (Guilhermina Guinle) no site da novela Tititi: pérolas com correntes

Como a composição química das pérolas é basicamente carbonato de cálcio e água, elas têm uma superfície super-porosa, ainda que não possamos perceber isso a olho nu. Por isso, todo cuidado será pouco, já que elas reagem imediatamente a diversos produtos químicos, incluindo os perfumes. Mantenha-as o mais longe possível de tintas, canetas, ou qualquer outro material que possa danificá-las, tingi-las ou riscá-las.

Produtos químicos para limpá-las estão descartados sob qualquer hipótese.  Basta, tal e qual com as outras joias, uma flanela limpa e seca para  retirar resíduos de sujeira e gordura, tipo oleosidade da pele ou excesso de maquiagem, por exemplo. Quando montadas em fios, que devem ser trocados a cada ano ou ano e meio. Recomendam-se nós entre as pérolas para evitar choques e  desgastes.

Em tempo: sempre digo que, por serem “vivas”,  pérolas têm um impressionante poder de nos iluminar se estivermos bem ou, ao contrário, revelar nosso estado de espírito quando nos percebemos em condições menos favoráveis. Adoendada ou triste, a mulher terá essas características evidencidadas se resolver usar pérolas. Nesses momentos, portanto, é sempre melhor optar por deixá-las fora de cena.

Por: Costanza Pascolato

  • Twitter
  • LinkedIn
  • Facebook
  • FriendFeed
  • MySpace
  • Plaxo Pulse
  • Google Bookmarks
  • Yahoo Buzz
  • Windows Live Favorites
  • Delicious
  • Digg
  • Share/Bookmark

Deixe seu comentário!

Adicione o seu comentário abaixo, ou link o artigo em seu site. Você também pode acompanhar os comentários subscribe to these comments via RSS.

Para ter uma imagem personalizada em seus comentários clique aqui.